Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Não caia em pegadinha: saiba como evitar problemas com seguro viagem

Na hora de viajar, é necessário prestar atenção em alguns pontos e pegadinhas para evitar problemas com seguro viagem.

Imagem de um viajante para ilustrar post sobre evitar problemas seguro viagem

Muita gente contrata o seguro viagem, mas não lê a apólice e não sabe o que está contratando. E muito menos e em qual situação terá assistência ou será reembolsado.

Em 2017, a SUSEP (Superintendência de Seguros Privados) atendeu mais de duzentas reclamações de turistas que tiveram suas malas extraviadas, perdidas, voos cancelados ou atrasados. Além disso, problemas de saúde que precisaram de internamentos e que não foram cobertos ou reembolsados pelo seguro viagem. Ou, se foram cobertos, demoraram mais do que o previsto para serem pagos.

E ainda, segundo a SUSEP, 20% dos clientes reclamaram que tiveram a cobertura negada pela seguradora. Ressaltando que, na maioria dos casos, o seguro não pagou ou reembolsou pois não estava previsto na apólice contratada.

Para evitar esse tipo de situação, vamos listar para você alguns itens para ficar atento na hora de contratar o seu seguro. Assim, você evita problemas com seguro viagem.

Itens para avaliar e evitar problemas com seguro viagem

Qual é o tipo de cobertura que você precisa

A primeira coisa a se preocupar para evitar problemas com seguro viagem é analisar quais são os tipos de seguro viagem e qual é o tipo que você precisa.

Existem as coberturas básicas e adicionais como cancelamento de viagem, assistência no extravio da bagagem, medicamentos, assistência odontológica, internação hospitalar, etc.

Outra coisa importante a levar em conta é se você vai praticar algum tipo de esporte radical como esqui ou surfe – neste caso você precisará de um seguro especial para a sua viagem.

E se você ficar doente?

Uma das coisas importantes para lembrar é que a maioria dos seguros de viagem não oferece cobertura para doenças pré-existentes. Ou problemas de saúde que a pessoa já tenha.

É importante levar isso em consideração na hora de contratar o seguro. A legislação atual indica que não é possível haver reembolsos para problemas de saúde que a pessoa já tinha antes da viagem. Processos para esses casos demoram anos para serem resolvidos e na maioria das vezes não são favoráveis aos clientes.

Extravio de bagagem

Alguns seguros viagem têm cobertura para extravio de bagagem, mas nem todos. É com isso que você deve ficar atento na hora de contratar o seu. Atraso de bagagem, furto ou assistência saúde são as maiores reclamações feitas por consumidores. E o seguro viagem só reembolsa aquilo que estava previsto na apólice que você contratou.

Por isso é importante sempre ler tudo, até o que está nas entrelinhas.

Países com seguros obrigatórios

Na hora do planejamento, é importante verificar se o país de destino exige algum tipo de seguro viagem. A maioria dos países da Europa, por exemplo, exige que você tenha um seguro viagem com valor mínimo de 30 mil euros. Cuba exige uma cobertura mínima de 10 mil dólares no seguro viagem. E a Venezuela exige uma cobertura mínima de 40 mil dólares incluindo assistência médica.

Cotação online de Seguro Viagem