Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Como ganhar e usar milhas aéreas para viajar

Como ganhar e usar milhas aéreas na sua viagem

Sim, você pode acumular milhas ou pontos com seus gastos do dia a dia e usá-los para emitir passagens aéreas, além de outros produtos e serviços.

Pensando nisso, preparamos um guia com dicas que te ajudarão a ganhar suas milhas aéreas. Algumas são tão fáceis que você já pode até estar fazendo e não sabe ainda!

Primeiro passo: escolha o melhor cartão de crédito

Há várias formas de juntar pontos em programas de fidelidade, mas a mais rápida é, sem dúvida, convertendo as suas compras realizadas no cartão de crédito em pontos. Normalmente, cada dólar gasto no cartão equivale a 1 ponto, mas há categorias que acumulam até 2.2. Vale a pena conferir esse ranking com os melhores cartões de crédito.

Só para esclarecer: todas as suas compras no crédito, independente da moeda em que tenham sido feitas, podem pontuar, mas a base para o cálculo será sempre o dólar – exceto em novos bancos que seguem outra política.

Vale a pena entrar em contato com o seu gerente ou a administradora do seu cartão de crédito para conferir a melhor opção disponível para você. Na hora de escolher, leve em conta não só quantos pontos irá acumular a cada dólar gasto, mas também qual é a equiparação na hora de transferir os pontos do cartão para o seu programa de fidelidade preferido. Normalmente, a regra é de 1 para 1, mas é bom sempre perguntar, para não perder pontos na hora da transferência.

Outra dica é aproveitar os períodos em que os programas de fidelidade oferecem bônus. Por exemplo, “40% mais pontos para as transferências do banco x”, o que acelera a conquista da tão sonhada passagem aérea. Para transferir, porém, é necessário ter um número mínimo de pontos, que varia de acordo com a categoria do cartão.

Algumas bandeiras de crédito te oferecem a opção de resgatar prêmios, entre eles passagens aéreas, em seu próprio site/sistema, sem precisar transferir para o programa de fidelidade de uma companhia aérea. Antes de ir por esse caminho, que parece mais simples, é melhor ter em mente duas coisas:

  • Transferir pontos do cartão para o programa de fidelidade de uma companhia aérea é uma ótima forma de “melhorar” o seu status. Quanto melhor for sua categoria no programa, mais fácil conseguir upgrades, além de conquistar benefícios como acesso à salas VIP e mais franquia de bagagem.
  • Programas de fidelidade das companhias aéreas, quase sempre, têm as melhores promoções para a emissão de passagens. Antes de emitir direto no sistema das empresas de cartão, vale fazer uma simulação no site dos programas das cias aéreas, para ver se você não está gastando pontos demais para emitir a sua passagem.

Segundo passo: escolha o melhor programa de fidelidade

Mesmo que opte por emitir sua passagem aérea com pontos diretamente na empresa do seu cartão de crédito, ao realizar uma viagem de avião você também pode pontuar nos programas de fidelidade das companhias aéreas.

Isso quer dizer que, enquanto você viaja, pode acumular suas milhas para uma futura viagem.

O número de milhas ou pontos que você acumula por voo varia de acordo com a distância percorrida/destino escolhido, classe tarifária e sua categoria no programa de fidelidade.

Aqui vale explicar: na classe econômica, os lugares tem preços diferentes, mesmo estando lado a lado. O mesmo vale também para a classe executiva. Por conta disso, a há divisão de classe tarifária também, onde quem pagou mais pode ter melhores benefícios, como receber um número maior de milhas aéreas.

Todas as cias aéreas têm programas de fidelidade, porém, para otimizar o acúmulo e uso dos pontos, vale a pena concentrar a sua pontuação em um único programa e, sempre que possível, comprar passagens com as cias aéreas parceiras do programa de fidelidade escolhido.

No Brasil, por exemplo, os dois maiores programas de fidelidade são o Programa Smiles e o Programa Multiplus/Latam Fidelidade, veja abaixo em quais cias aéreas que você pode voar para acumular milhas e/ou pontos em cada um deles:

Smiles – Gol, Delta, Air France, KLM, Qatar, Aerolíneas Argentinas, Etihad, TAP, Alitaia, Copa Airlines, Korean Air, Air Canada, Aeromexico e Emirates.

Multiplius/Latam Fidelidade – TAM, Lan, American Airlines, British Airways, Iberia, Qatar, Air Berlin, Cathay Pacific, Finnair, Japan Airlines, Malaysia Airlines, Qantas, Royal Jordanian, Sri Lankan Airlines e S7Airlines.

Há ainda o programa Tudo Azul, onde você tem a opção de pontuar voando com Azul, TAP e United. E o Programa Amigo, em que você acumula pontos voando com a Avianca e mais 27 companhias aéreas da Star Alliance (aliança comercial de cias aéreas).

Para receber pontos/milhas ao voar com essas companhias, basta apresentar o número do seu programa de fidelidade no momento do check-in. Esqueceu de fazer isso? Tudo bem! Você também pode fotografar o seu bilhete e enviar por e-mail após a viagem, para o seu programa de fidelidade, de acordo com as regras disponíveis no site dele.

Acumule mais pontos com os gastos do seu dia a dia

Além de acumular pontos no seu cartão de crédito e voando, é possível otimizar isso ainda mais utilizando serviços ou comprando produtos de empresas parceiras do seu programa de fidelidade. Por exemplo, você pode acumular 2 pontos Tudo Azul a cada real gasto no seguro do seu carro, feito pelo site da Bidu. Ou então, ganhar pontos Multiplus sempre quando abastecer nos Postos Ipiranga.

Dá para acumular pontos fazendo compras nos principais e-commerces do país, ao alugar um carro, comprar produtos em farmácias, assinar revistas, ir à restaurantes, chamar táxis através de aplicativos… Enfim, são muitas formas de conquistar a sua próxima viagem!

Como emitir passagem aérea com milhas/pontos

Normalmente, você precisará ter pelo menos 10.000 pontos ou milhas para conseguir emitir uma passagem. Porém, os programas de fidelidade lançam várias promoções ao longo do ano, em que é possível voar pelo Brasil gastando metade disso.

A quantidade de milhas e pontos necessários varia de acordo com o programa de fidelidade, destino, período da viagem e também companhia aérea que você escolhe. Por isso, na hora de definir o seu programa de fidelidade, leve em conta também a variedade de opções que cada um oferece para os destinos que você tem mais interesse.

Por exemplo, o Latam Fidelidade/Multiplus pode ser mais interessante para quem deseja viajar para o Chile e o Peru, por conta dos voos da LAN (hoje Latam), enquanto quem sonha em visitar a Argentina, encontra no Smiles passagens com a Gol, Aerolíneas Argentinas, Qatar e Etihad – as duas últimas são ranqueadas entre as melhores cias aéreas do mundo, pelo Skytrax.

Se você não tiver o número de milhas ou pontos necessários para emitir a sua passagem, pode comprá-los no site do programa de fidelidade, pedir para que alguém transfira para você (pagando uma taxa, normalmente bem salgada, por isso) ou pagar parte da tarifa com dinheiro.

Inclusive, para destinos mais distantes como na Ásia e Oceania, muitas vezes é mais barato comprar milhas ou pontos e emitir a suas passagens através do programa de fidelidade, do que pagar pelo valor apresentado no site das companhias aéreas. Mas, para isso, você precisa ficar atento às promoções de compra de milhas/pontos, em que eles são oferecidos por metade ou até um terço do valor normal (R$ 0,07 por milha/ponto, no Smiles e Multiplus).

Outra opção é entrar para o Clube Smiles, em que você paga um valor fixo para receber uma quantia determinada de milhas, de 1.000 até 5.000 por mês.

Dica da Bidu Corretora

Não adianta nada conseguir programas de milhas e esquecer de contratar um seguro viagem para garantir proteção durante sua ida e volta.

Quando você emite uma passagem com milhas ou pontos, terá que pagar apenas as taxas com dinheiro ou cartão – exceto as passagens nacionais emitidas com o Smiles, onde até isso dá para pagar com milhas.

Algumas categorias de cartão de crédito oferecem seguro viagem gratuitamente, quando você paga essas taxas com eles, porém, a maioria não.

Para não contar com a sorte, você também pode contratar seguro viagem com uma corretora de seguros. Aqui na Bidu você consegue comparar diversas seguradoras que trabalham com seguro para viagens, podendo escolher o que melhor atenda suas necessidades. E não deixe de conferir nosso post sobre como conseguir passagem de avião barata.