Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Como funcionam os impostos em viagens internacionais?

Imagem da asa de um avião para ilustrar o post sobre imposto em viagens

Como funcionam os impostos em viagens internacionais?

Imagem da asa de um avião para ilustrar o post sobre imposto em viagens

Conheça e fique atento aos impostos nas viagens internacionais

Ao planejar as suas férias, você com certeza separa um dinheirinho para fazer compras, nem que seja apenas lembrancinhas, não é? Mas muitas vezes você não coloca nessa conta os impostos que podem incidir sobre produtos e serviços. Eles podem encarecer significativamente a sua viagem e, mais que isso, é possível “fugir” deles e até receber um de volta no aeroporto. Como? Veja abaixo algumas informações e dicas sobre impostos em viagens.

Tudo começa no IOF

Nós já fizemos um texto exclusivo sobre como levar dinheiro em viagens internacionais, que pode te ajudar a entender a questão do IOF. De forma bem resumida, se você levar dinheiro vivo para o exterior, paga apenas 1,1% de imposto na hora do câmbio, contra 6,38% dos gastos no cartão, pré ou pós pago. É bom lembrar disso na hora de escolher a forma como prefere pagar passagens e hospedagem também, em sites nacionais ou internacionais, por exemplo.

Impostos e taxas adicionais na hospedagem

Muitos metabuscadores de hotéis – sites onde você pode comprar o preço das diárias – não apresentam o valor das taxas no momento da sua reserva. Ou então, colocam essa informação em letras bem pequeninas embaixo do preço.

Muitos hotéis, no momento do check-out, cobram impostos locais e também taxas de serviço, muito comuns em resorts, que podem encarecer a diária em até 40%. Fique bem atento no momento da sua pesquisa e, se tiver dúvida, entre em contato com o hotel ou metabuscador e os questione sobre isso.

Impostos sobre compras

Em alguns países, como os Estados Unidos, os impostos são acrescentados a sua compra apenas no momento do pagamento. Isso quer dizer que o preço que você vê na etiqueta não é o valor final do produto. A porcentagem varia de cidade para cidade, por isso vale a pena pesquisar antes de fazer as suas compras.

Se você visitará Nova York, por exemplo, é mais vantajoso comprar roupas e calçados no Outlet de New Jersey, com imposto municipal 0, que em Manhattan, onde é de quase 9%. Veja a lista de taxas e impostos nos Estados Unidos.

Receba o imposto de volta

A boa notícia é que, em alguns países, você pode receber parte dos impostos que pagou de volta, em dinheiro vivo no aeroporto! Dá para recuperar especificamente o IVA – Imposto de Valor Agregado -, que incide sobre os mais diversos produtos. Países como os da União Europeia “devolvem” esse imposto para o turista, porque o dinheiro arrecadado com ele beneficia apenas os locais. Para saber se o país que você irá visitar também tem essa política, busque por “tax free + nome do país”. Aproveite para ver qual é o procedimento para reembolso também, em quais produtos é possível pedí-lo, qual é o valor mínimo e etc.


Gostou das nossas dicas? Quer viajar tranquilo e aproveitar ao máximo as suas férias? Contem com a ajuda do Bidu e encontre o melhor seguro viagem.

 

Veja também: