Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Rock in Rio começa hoje! Saiba como evitar as principais lesões de show de rock

Confira dicas para evitar problemas no Rock in Rio.

Rock in Rio começa hoje! Saiba como evitar as principais lesões de show de rock

O Rock in Rio 2017 começou hoje, na cidade do Rio de Janeiro. Os amantes de música que estão no evento nesta sexta feira, poderão curtir no Palco Mundo (o maior) atrações como Maroon 5, Shawn Mendes, Justin Timberlake, Aerosmith e Bon Jovi.

Em 2013, o Rock in Rio teve mais de 90 horas de música ao longo de sete dias e contou com um público de 595 mil pessoas de diversas partes do Brasil e do mundo. Segundo o balanço divulgado pela organização do festival, foram consumidos 530 mil litros de cerveja, 420 mil garrafas de água e 280 mil hambúrgueres.

Porém, se você pretende ir aos shows esse ano, fique atento aos riscos do evento. Foram realizados na Cidade do Rock, em sua última edição, 5.764 atendimentos médicos. A maioria dos casos (99%) foi resolvida in loco. Foram feitas apenas 25 remoções. As principais causas dos atendimentos foram desidratação, queda de pressão e dores de cabeça.

Nesse ano, os shows acontecerão nos dias 15,16,17, 22, 23 e 24 de setembro. Novamente, serão sete dias de muita música, animação e atrações para diferentes gostos.  Para você poder curtir despreocupado, separamos os principais riscos que podem ocorrer:

Desidratação

Ela acontece quando seu corpo usa ou perde mais líquido do que o ingerido. Quando ocorre a desidratação o corpo pode ter dificuldades para realizar as funções normais. Em eventos como o Rock in Rio, onde o esforço físico para se locomover é grande e perdemos muita água por conta de sudorese, é comum que o corpo perca mais líquido do que se ingere.

Portanto, não esqueça de beber muita água! Além disso, tente descansar um pouco durante o evento.

O que fazer: remova qualquer excesso de roupa e afrouxe as que não possam ser retiradas e leve a pessoa para um lugar arejado, de preferência com ar condicionado.

Insolação

A insolação ocorre por exposição excessiva ao sol e calor (situação recorrente em shows ao ar livre). Os acometidos tem a temperatura corporal alta, pele vermelha, quente e seca, cefaleia, falta de ar, vertigem e náusea. Essa situação pode levar, também, à desidratação.

O que fazer: coloque a pessoa em local fresco e arejado e deite ela com a cabeça elevada, coloque compressas frias sobre sua cabeça e faça com que beba muito líquido.

Coma alcoólico

É o estado de coma causado pelo excesso de álcool. Em eventos como o Rock in Rio, algumas pessoas se empolgam e acabam bebendo demais, correndo o risco de ter um coma alcoólico.

O que fazer: Nesses casos, o indivíduo deve ser levado com urgência ao ambulatório do evento, já que pode desmaiar e perder a consciência.

Fraturas

Nessa situação, há perda da continuidade óssea, com risco de separação de um osso em dois ou mais fragmentos após um traumatismo. E, por mais que você não imagine, isso pode acontecer em shows de música. Alguns momentos nesses eventos são propícios para acontecer esse tipo de ocorrência. Por exemplo, em alguns shows na abertura dos portões, as pessoas ficam ansiosas e eufóricas para entrar logo no evento e saem correndo e atropelando tudo o que veem pela frente. Nesses casos, é comum ocorrerem fraturas e pessoas torcerem o pé. Além disso, alguns  fãs querem ficar o mais perto possível do palco, o que pode levar a um “empurra-empurra”, que pode ocasionar fraturas.

O que fazer: tente não movimentar o membro com suspeita de fratura até encontrar ajuda profissional.

Esmagamento

Na pista, como já dissemos, alguns fãs querem ficar próximos ao palco. Porém, vários tem o mesmo desejo e, em momentos de euforia, os que estão mais próximos ao palco podem ser esmagados pela multidão.

O que fazer: tente sair do local o mais rápido possível ou subir em lugares mais altos. Quando conseguir sair do local, procure ajuda profissional.

Em eventos de grande porte, os organizadores do evento devem mapear e selecionar três hospitais públicos que estão próximos para levar pessoas em estado grave. Porém, infelizmente, nem sempre os hospitais públicos são de boa qualidade. É recomendável, caso você não tenha plano de saúde ou ele não funcione no Rio, fazer um seguro viagem. Assim, você estará assegurado contra diversos riscos que poderão acontecer e poderá ser levado para um hospital particular.

Ótimo evento e boa diversão! 😉  #rockinrio

-> Se você viajar para o Rio, não esqueça de um seguro viagem cotação.