Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Você sabe que é possível dar a volta ao mundo com uma única passagem?

volta-ao-mundo-globo-terrestre

Você sabe que é possível dar a volta ao mundo com uma única passagem?

Quem já leu o romance “A volta ao mundo em 80 dias” do escritor francês Júlio Verne, com certeza já deve ter imaginado realizar a mesma aventura de Phileas Fogg – protagonista da história.

Mas você sabia que existe uma passagem volta ao mundo? Sim, você pode fazer uma viagem pelo mundo com apenas uma passagem. (e pode viajar sozinho!)

Com ela você pode dar a volta no planeta com um único bilhete, e fazer várias paradas ao longo do caminho (mas não com um balão, como no livro de Verne).

Saiba também que ela pode sair muito mais em conta do que você deve estar imaginando. Você tem noção de quanto custa?

+ Como conseguir passagens aéreas promocionas

Como funciona a volta ao mundo?

Mapa Antigo da volta ao mundo

Conhecida no mercado de viagens como RTW (sigla para Round The World – ou Volta ao Mundo, em inglês), ela dá o direito de realizar uma viagem ao longo da Terra.

Essa viagem é composta entre 3 a 16 trechos que são, basicamente, as paradas que você irá realizar após deslocamento aéreo.

Você também só pode fazer a viagem em um único sentido do globo. Isso não quer dizer, por exemplo, que você não possa visitar a Alemanha e a França na mesma viagem.

Como a viagem é composta por trechos que ficam dentro de zonas territoriais, você pode fazer vários trechos em uma zona, voando em direções opostas.

Mas, a partir do momento que você cruzar o oceano, não pode voltar mais para outra zona (exemplo: você não pode sair do Brasil, ir pra Portugal e voltar pro Brasil novamente… mas sim fazer um caminho reto).

Vale lembrar também que há um limite de trechos a serem voados em cada zona territorial, que costuma ser definido por cada empresa que trabalha com esse tipo de viagem.

Você também deve completar a viagem entre 10 dias a 1 ano, não podendo ultrapassar esse tempo limite.

Como fazer a volta ao mundo?

Pessoa sentada em Penhasco no Entardecer

Por ser uma passagem com diversos voos comprados de uma vez só, todos os trechos devem ser comprados com antecedência.

Sendo assim, é importante que você faça um planejamento muito antes da data da viagem.

É importante também escolher de antemão a empresa aérea. Uma vez escolhida a companhia do seu primeiro trecho, ela ficará responsável pela administração de toda a sua viagem.

Você pode comprar a passagem “volta ao mundo” através de agências de viagens, pela internet ou direto com a empresa aérea que irá fazer o primeiro trecho da sua viagem.

Quem está acostumado a esse tipo de viagem – como o Projeto ViraVolta – indica a última opção, caso a empresa ofereça um bom serviço.

Você também pode consultar diversos simuladores das alianças aéreas – agrupamentos de companhias que cuidam desse tipo de roteiro – para que você consiga ficar por dentro das opções de voos de cada uma delas, escolher datas, verificar preços e até mesmo comprar online o seu pacote.

O preço pode ser um bom atrativo também, se você conseguir planejar bem a viagem. Pode-se encontrar passagens de RTW de 16 trechos por cerca de 12 mil reais.

Por outro lado, uma viagem ida e volta só para a Tailândia, por exemplo, custaria cerca de 4 mil reais, o que garante um maior custo-benefício.

Vale lembrar que, independente dos trechos e pontos de parada que você fizer, é importante que sua aventura conte com a proteção de um seguro, para não deixar essa experiência única de viajar ao redor do mundo virar um pesadelo. Faça uma cotação de seguro viagem!

Gostou da dica? Agora é só juntar o dinheiro, planejar o seu roteiro e embarcar na viagem (mesmo se você for estagiário, pois é possível viajar ganhando pouco!).

Outras alternativas para dar a volta ao mundo

Cruzeiros de volta ao mundo

Essa é uma das formas mais cômodas de fazer essa viagem. Por ficar hospedado dentro do navio, você não precisa ficar carregando sua mala de lá para cá.

Não é das mais baratas, é verdade. E será necessário pegar um voo até o porto de partida do cruzeiro, já que não há essa opção saindo do Brasil.

Eles duram em média três meses e custam a partir de US$ 50.000, com tudo incluído – hospedagem, comida, bebidas não alcoólicas e entretenimento a bordo.

A maioria dos navios já partiu nesse ano, para aproveitar o verão do hemisfério sul e desembarcar na primavera do hemisfério norte. Mas no site especializado Cruise Critic, você pode ver os melhores cruzeiros de volta ao mundo até 2019!

Cruzar o mundo de trem + avião

As viagens de trem estão em alta novamente e há um pacote da TT Operadora, pensando especialmente para o público brasileiro que curte esse tipo de transporte.

Em 26 dias, os viajantes percorrerão 15 cidades em três continentes. América, Europa e Ásia -, a bordo de cinco trens diferentes, mais um voo.

No pacote, que custa a partir de € 24.900 (aproximadamente R$ 87.200), estão incluídas as passagens de trem e avião, hospedagem em bons hotéis, todas as refeições e o acompanhamento de um guia.

Em um futuro não tão distante, você poderá viajar de foguete de NY a Londres em 29 minutos.

Seja de avião, trem ou navio, esse tipo de viagem demanda bastante planejamento. Você passará por diferentes fusos, culturas e precisa se preparar para isso.

É extremamente aconselhável que você contrate um bom seguro viagem, para que nenhum imprevisto atrapalhe essa experiência incrível, independente de onde você esteja.

A maioria das seguras oferece boas opções para esse tipo de viagem. Conte com a Bidu para te ajudar a escolher o melhor seguro para você!

Está procurando viagens para depois do casamento? Veja essa postagem de destinos para lua de mel.