Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Visto americano – Conheça os tipos de visto e saiba como solicitar

Viajar para o exterior é sempre garantia de colecionar boas lembranças e muitas histórias para contar. Se o seu destino for os Estados Unidos, é preciso colocar no seu check list a necessidade da emissão de um visto para ter permissão de pisar em solo estrangeiro. E fique esperto, porque existem vários tipos de visto americano.

Imagem da bandeira dos Estados Unidos para ilustrar texto sobre tipos de visto americano

Para entrar nos Estados Unidos você precisa de um visto. Mas é importante saber que existem diferentes tipos de visto americano.

Mas, fique tranquilo, pois a vamos lhe ajudar a entender cada um dos tipos de visto americano para que você se preocupe apenas em fazer as malas e curtir a viagem.

Antes, para que não fique dúvidas, vamos entender bem o que é esse documento.

Você sabe o que é um visto?

Um visto é um documento de viagem, anexado ao passaporte, que é emitido pelo País de cidadania do viajante, junto à respectiva Embaixada ou Consulado do País para o qual pretende-se viajar.

Se você é cidadão brasileiro e deseja entrar nos Estados Unidos, por exemplo, você precisa estar com o seu visto em mãos antes de viajar. Há algumas exceções onde há isenção do visto americano – que abrange cidadãos de alguns países específicos

Veremos com mais detalhes como funciona o programa de isenção de visto no decorrer desse texto.

Quais são os tipos de visto americano?

Existem dois casos distintos que exigem a emissão do visto americano:

Não-imigrantes – Deve ser solicitado por quem irá viajar para os Estados Unidos em caráter temporário;

Visto de imigrante – Para quem pretende residir permanentemente naquele País.

O visto americano de não-imigrante é subdividido em 26 categorias diferentes que correspondem a diversos propósitos de viagem. Entre eles, os mais comuns são: turismo, negócios, estudo, tratamento médico e intercâmbio.

Já para quem deseja dar entrada no pedido de um visto de imigrante, precisa antes verificar se atende aos pré-requisitos para pleitear o estabelecimento de residência naquele país. Para imigrar para os Estados Unidos, é necessário ter um parente imediato, que seja cidadão americano, ou conhecer um residente legal permanente.

Nos dois casos, é necessário que o responsável americano assuma a condição de patrocinador do imigrante. Também é possível solicitar o visto de imigração quando há um vínculo empregatício com uma empresa.

Para cada categoria de visto existem pré-requisitos diferentes. Os respectivos valores das taxas de emissão também variam.

Mas, fique atento, pois a obtenção de um visto não é garantia de entrada no país.

Quais são as categorias mais comuns de visto americano?

Para entender quais são os tipos de visto americano, é preciso entender que são dezenas de categorias, que abrangem propósitos de viagem específicos.

Para facilitar, vamos ver abaixo quais são os mais comuns.

Vistos americanos de não-imigrante mais pedidos:

Categoria de visto
Turismo, férias, lazer B-2
Negócios, emprego temporário  (vendas, trabalhos voluntários, orador palestrante, participante de conferências, pesquisadores, empreendedores, empregados domésticos, entre outros). B-1
Vistos diplomáticos (diplomatas, funcionários de governos estrangeiros, empregados domésticos de um portador de visto A-1/A-2). A-1/A-2 / A-3
Empregados domésticos ou babá (cozinheiros, motoristas, arrumadeiras, copeira, babás, au pairs, auxiliares, jardineiros, entre outros). B-1
Estudo e intercâmbio (estudantes acadêmicos e não acadêmicos, Au Pair, entre outros). F-1, M-1, J-1

 

Você pode consultar a relação completa de categorias de visto de não-imigrantes disponível no site da Embaixada Americana.

Como emitir um visto americano de não-imigrante?

De acordo com as instruções da  Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, o processo para a solicitação de um visto deve começar com um planejamento bem antecipado em relação à data em que se pretende viajar.

Para evitar atropelos, recomenda-se ainda que as passagens sejam compradas somente quando estiver com o visto em mãos.

+ Confira passo a passo de como tirar o visto de viagem para os Estados Unidos

De modo geral, o viajante precisa comprovar vínculos com o seu país de residência. Esses vínculos podem ser profissionais ou particulares e devem demonstrar sua intenção de retornar ao seu país de origem.

Basicamente, você deve seguir alguns passos:

1- Preenchimento do formulário online DS-160. A própria embaixada dos Estados Unidos preparou um vídeo com orientações rápidas sobre como preenchê-lo corretamente.

2- Pagar a taxa de solicitação do visto. O valor varia de acordo com a categoria e deve ser pago antecipadamente, independentemente do documento ter sido concedido ou não. São aceitos cartões de crédito ou boleto bancário.

Veja agora alguns exemplos de taxa para emissão de visto americano:

  • US$  160,00 – para negócios, turismo, estudantes acadêmicos, representantes de meios de comunicação, entre outros;
  • US$ 190,00 – para trabalho, atletas, intercambistas, profissionais religiosos, entre outros;
  • US$ 205,00 – para investidor ou comerciante;
  • US$ 240,00 – para noivo/noiva de cidadãos norte-americanos.

3- Entrevista na Embaixada ou Consulado Americano. Pessoas com idade entre 14 e 79 anos devem, obrigatoriamente, realizar a entrevista de forma presencial. Para quem estiver fora dessa faixa etária, o procedimento pode ser feito por terceiros.

Dica: No dia da entrevista é importante levar o passaporte, vistos anteriores, comprovante de pagamento da taxa e, também, do envio do formulário DS-160. Separe também outros documentos relevantes para a viagem pretendida, como por exemplo, as reservas de hospedagem.

Fique atento ao site da Embaixada para checar se é obrigatória a apresentação de algum documento específico para o seu tipo de visto.

A Embaixada americana está localizada em Brasília. Entretanto, existem consulados nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Recife. Há ainda diversos Centros de Atendimentos ao Solicitante de Visto (CASV), que podem auxiliar em serviços prévios à entrevista e também na entrega do passaporte.

4 – Com o visto aprovado, o tempo médio de processamento é de 10 dias úteis. É possível acompanhar a demanda no site do CASV. O passaporte é enviado para o local escolhido pelo solicitante.

Como emitir um visto americano de imigrante?

O visto americano de imigrante é obrigatório para quem deseja fixar residência nos Estados Unidos. Como vimos anteriormente, é necessário estar em condição elegível ao documento:

  • Possuir parente imediato cidadão dos Estados Unidos ou um residente legal permanente;
  • Estar vinculado a um empregador dos Estados Unidos.

Nos dois casos, o responsável assume o patrocínio do imigrante.

O processo de obtenção desse tipo de visto americano é diferente dos demais. A petição começa junto ao escritório do United States Citizenship and Immigration Services (USCIS), nos Estados Unidos e deve ser protocolada pelo membro da família ao qual o imigrante deseja se qualificar.

Para os requerentes ao visto de imigrante baseado em emprego, a empresa contratante é quem deve protocolar uma petição nos Estados Unidos, junto ao USCIS.

Conheça algumas categorias de visto americano de imigrante mais comuns:  

Imigração baseada em parentesco:

Categoria de visto
Cônjuge de cidadão dos EUA IR1, CR1
Noivo(a) para se casar com cidadã(o) dos EUA e viver nos Estados Unidos K-1
Familiares de cidadãos dos EUA IR2, CR2, IR5, F1, F3, F4
Familiares de residentes legais permanentes F2A, F2B

Imigração baseada em Emprego

Categoria de visto
  • Trabalhadores prioritários
  • Profissionais com títulos acadêmicos avançados e pessoas com habilidade excepcional
  • Profissionais liberais, trabalhadores qualificados e não qualificados
  • Certos imigrantes especiais
  • Criadores de empregos (investidores)
E1, E2, E3, EW3, C5, T5, R5, I5S
Trabalhadores religiosos SD, SR

Qual é o tempo de duração de um visto americano?

A validade do visto depende do seu propósito de viagem. Nos casos de visto de turismo, pode chegar a 10 anos. Mas, é importante reforçar que a duração do visto pode variar de acordo com a análise do agente que realizar a entrevista.

Visto americano para quem vai fazer conexão nos Estados Unidos

Esse tipo de visto é classificado como Visto de Trânsito (C-1). Mesmo que o destino final não seja os Estados Unidos, é obrigatório para quem planeja fazer conexão em território americano.

Para solicitar é necessário seguir alguns passos:

1 – Preencher o Formulário online DS-160;

2 – Pagar a taxa de US$ 160,00;

3 – Apresentar o passaporte válido na entrevista;

4 – Fornecer foto;

5 – Comprovar renda e vínculo com o país de residência.

Se você quer mais informações, aqui mesmo no blog da Bidu postamos um texto bem detalhado sobre o como pedir visto americano de trânsito.

Quem está isento do visto americano?

Agora que você conheceu os tipos de visto americano, saiba quando há inseção do visto.

Os Estados Unidos mantém um Programa de Isenção de Vistos (VWP), que permite aos cidadãos de determinados países viajar a turismo, negócios ou para tratamento médico sem a necessidade de obtenção desse documento.

Também é contemplado pelo programa o viajante elegível que precisa fazer conexão em território americano.

O programa está condicionado ao tempo de permanência no país, que deve ser inferior a 90 dias. Abrange países com taxas consideradas baixas de recusas de visto e violações de imigração, entre outros quesitos diplomáticos.

Ao todo são 35 países contemplados no Programa de Isenção de Vistos americano.

Veja alguns deles:

Austrália, Áustria, Bélgica, Dinamarca, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Irlanda, Itália, Japão, Holanda, Nova Zelândia, Noruega, Espanha, Portugal Suécia, Suíça e Reino Unido.

Qualificando-se para viajar no programa de isenção de vistos, o viajante deverá preencher a Autorização Eletrônica de Viagem designada de ESTA.  A taxa desse documento é de US$14.00 por solicitação.

Como posso renovar o meu visto americano?

Se você é residente no Brasil e já tem um dos tipos de visto americano, seja nas categorias B1/ B2 (Negócios e Turismo), C1/D (Trânsito/ Tripulante), F (Estudante) e M (Estudante de curso vocacional), pode renovar o documento sem a necessidade de passar por uma entrevista. Mas essa regra só vale para os vistos que ainda estejam válidos ou tenham expirado dentro de um prazo de 12 meses.

Entretanto, seja qual for a classificação do seu visto, o solicitante pode ter de comparecer a uma entrevista na Embaixada ou consulado, caso o agente julgue necessário.

Outros casos de renovação devem seguir o processo de solicitação de visto completo.

Você já fez o seu seguro viagem internacional?

Se você está com viagem marcada para os Estados Unidos, agora que já sabe tudo sobre os tipos de visto americano, é hora de fazer a cotação de um seguro viagem internacional.

Seja qual for o propósito da sua viagem, você pode ficar tranquilo quanto a eventuais despesas médicas ou farmacêuticas, extravio de bagagem, atraso ou cancelamento de voo, entre outros benefícios.

Com tudo pronto, agora é só fazer as malas!