Você já ouviu falar em TransferWise?

Economia é a palavra-chave para quem necessita enviar remessas de dinheiro para outro país. O trâmite geralmente pode ser bastante burocrático ao realizar o serviço entre instituições financeiras em duas nações distintas. Além disso, custa muito caro. Hoje, porém, algumas saídas tecnológicas são mais baratas e ajudam pessoas que possuem familiares ou que moram fora do país. Este é o caso da TransferWise.

Imagem de dinheiro para texto sobre Transferwise

O Transferwise é uma forma confiável e mais barata para transferência entre países.

Ele é um serviço de transferência de valores monetários para o exterior, que promete simplificar todo o processo para o seu usuário.

Quando o assunto é dinheiro, no entanto, qualquer um pode ficar com receio. E esse receio aumenta quando as taxas parecem ser mais baixas que o usual. No caso, podendo ficar até oito vezes mais barato, segundo a própria TransferWise.

Nessas horas é inevitável pensar: será que este é um serviço confiável? Não se preocupe que demonstraremos todas as vantagens e cuidados necessários para usar essa ferramenta. 

O que é TransferWise?

Hoje, mais de 4 milhões de pessoas já utilizaram o serviço da TransferWise. Ele oferece a transferência de dinheiro, entre pessoas físicas, do Brasil para mais de 100 países ao redor do globo. E este é um detalhe importante. As transferências de moeda são realizadas apenas entre pessoas e não entre pessoas jurídicas. Ou, ainda, entre pessoa física e empresa.

Todas as solicitações de transação são realizadas online, por meio do site ou aplicativo da empresa. A TransferWise é autorizada pela Financial Conduct Authority (FCA), uma entidade reguladora que atua independente do governo, no Reino Unido.

Isso dá bastante confiabilidade nas transações. Sob a supervisão da FCA, a empresa é obrigada por lei a manter seu dinheiro em segurança. Ele é armazenado em instituições financeiras de baixo risco. Por exemplo, na Europa, a empresa possui conta no banco Barclays e, nos EUA, no Wells Fargo

Como eu faço uma transferência pela TransferWise?

A TransferWise é mais um exemplo de como a tecnologia pode diminuir a dor de cabeça de algumas tarefas burocráticas.

Tradicionalmente, ao tentar enviar remessas de moeda para fora do país, é necessário procurar bancos, casas de câmbio e outras instituições financeiras. Elas devem ser autorizadas a realizar a “ponte” com o país de destino do dinheiro. 

Em alguns casos, apenas indo presencialmente ao local você descobre a compatibilidade ou não da instituição escolhida. No caso da TransferWise, é possível consultar em seu site todos os países que aceitam a transferência pela empresa. 

No próprio site você realiza um breve cadastro indicando seus dados, insere o valor e escolhe para onde deseja enviar o dinheiro. A criação de uma conta na TransferWise é gratuita. Serão requisitadas também informações do destinatário do dinheiro, por exemplo:

  • Nome completo;
  • Data de nascimento;
  • Número do documento de identidade (RG ou CPF, para brasileiros, ou número do passaporte);
  • Dados bancários;
  • Informações de contato (telefone, email etc.). 

Em seguida, o aplicativo solicita o método de pagamento que, no caso do Brasil, pode ser um boleto ou transferência TED.

Uma grande vantagem desse serviço é que a empresa realiza a conversão do seu dinheiro usando a taxa de câmbio comercial (taxa entre-bancos). Ao contrário dos bancos e casas de câmbio, que geralmente utilizam a taxa de câmbio de turismo.

Atenção, no entanto, para o valor do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Ele incide de forma diferente dependendo do destinatário do valor monetário. Se o dinheiro está sendo transferido para uma conta em seu nome, o valor do IOF é de 1,1%. Caso o titular da conta seja um terceiro, o IOF terá o custo de 0,38%.

A transparência é outra vantagem oferecida pela empresa. Pelo site ou aplicativo é possível verificar todos os valores cobrados na transação. 

Limites para envio de dinheiro para o exterior

Um outro cuidado necessário na hora de realizar as movimentações financeiras são os limites de envio de dinheiro. A TransferWise, assim como outras instituições financeiras, segue a regras estipuladas pelo Banco Central (BC) aqui no Brasil. O BC dita, por exemplo, que remessas para serem recebidas em espécie no exterior não podem ultrapassar o valor de R$ 10 mil.

No pagamento com boleto bancário, é possível transferir para outro país até US$3 mil (ou o valor correspondente em reais) ou R$ 10 mil. Importante destacar que este limite estabelecido pelo BC é mensal. Por conta da oscilação do câmbio, a empresa estabeleceu seu próprio limite mensal de transferência de R$ 9 mil no pagamento usando boleto bancário.

As transferências bancárias, por sua vez, são feitas apenas por Transferência Eletrônica Disponível (TED). Neste caso, se você mora no Brasil, não há limite mensal mas sim um máximo de R$ 30 mil por cada transferência. Caso esteja morando no exterior, o limite por transferência é de R$ 9 mil.

Qualquer transferência maior do que R$ 50 mil realizada em um ano deverá ser acompanhada de uma documentação extra.

As transferências de dinheiro para o exterior levam em conta o tempo das formas de pagamento, mas no geral não levam mais do que algumas horas até o dinheiro estar disponível ao destinatário.

+ Como levar dinheiro em viagens ao exterior.

 

 

Última atualização em 01/10/2019