Dicas para sua viagem para Itália

Uma coisa é certa. Os brasileiros têm uma relação de amor com a Itália. É o país de onde vieram muitas das famílias que aqui estão, hoje, geração após geração. Quem ainda não fez uma viagem para Itália, planeja fazer isso em algum momento.

Imagem de bandeira da Italia para texto sobre viagem para Itália

Fazer uma viagem para Itália é o sonho de muitos brasileiros.

Preparamos este conteúdo com dicas sobre o que conhecer em algumas das principais regiões italianas. E, claro, muitas informações práticas para a viagem sair do papel – ou dos sonhos – diretamente para a vida real.

Como ir para a Itália? É preciso ter visto? É necessário fazer um seguro viagem para Itália?

Vamos às respostas e prepare-se: a vontade ficará ainda maior a partir de agora! Já pense na mala!

Preparando a viagem para Itália

Antes mesmo de embarcar, a viagem para Itália já começa. Afinal, é preciso se preparar, entrar no clima e colocar em prática algumas questões para o sucesso da empreitada.

Visto para Itália

O brasileiro que deseja fazer sua viagem para Itália por um período de até 90 dias não precisa de visto para entrar no país. Essa regra é a mesma para qualquer outro país da União Europeia nessa mesma condição.

De qualquer forma, é preciso estar com o passaporte válido. Isso significa que este deve ter validade de três meses após o retorno do viajante ao Brasil.

Vamos a uma dica importante para uma situação de emergência que pode ocorrer durante a viagem para Itália. Caso perca o passaporte, procure um posto da polícia para fazer um boletim de ocorrência. Após essa etapa, vá até o Consulado Brasileiro, em Roma (Piazza di Pasquino, 8, atrás da Piazza Navona).

Seguro saúde

Este é um requisito para entrar na Itália. O seguro específico para a área do Tratado de Schengen deve ter cobertura mínima de 30 mil euros.

Nem sempre ele é solicitado na imigração. Mas é imprescindível ter o comprovante do seguro. A entrada do turista pode ser negada em caso de não apresentar o documento se solicitado.

Muitas seguradoras já oferecem o seguro viagem com as especificações do Tratado de Schengen.

Passagem de volta ao Brasil

Trata-se de um documento que é exigido por muitas companhias aéreas. Em algumas situações elas podem até mesmo deixar de autorizar o check-in/embarque caso o passageiro não o apresente.

Isso ocorre pois caso o passageiro não tenha a liberação para entrar na Itália, o custo da viagem de volta ao Brasil é pago pela companhia aérea.

Imigração: como é?

Há alguns anos, o governo da Itália colocou em prática certas medidas que tornaram a imigração rigorosa. Portanto, na sua viagem para Itália, tenha em mãos os documentos necessários e tenha tranquilidade para responder às possíveis perguntas do oficial da imigração.

O que explorar na Itália

A terra da pizza e da macarronada é também o palco do renascimento. São incontáveis pontos turísticos carregados de história.

Vamos a algumas dicas práticas para sua viagem para Itália ser mais agradável e sem “pegadinhas’.

Culinária

Certamente uma das mais aguardadas partes da viagem para Itália. Vale fazer uma pesquisa prévia para descobrir onde os italianos comem. Assim, você consegue fugir dos restaurantes para turistas. A mesma dica vale para as gelaterias e cafés.

Importante: inúmeros restaurantes só servem o almoço após o meio-dia e o jantar a partir das 19h30.

Entretenimento

Vale comprar ingressos com antecedência para as atrações turísticas de mais destaques. Assim não se perde tempo em filas e garante a entrada. Muitos turistas não conseguem visitar determinadas atrações quando optam pela compra durante a estadia na Itália.

Compras

Em cidades menores ou não tão turísticas, grande parte do comércio fecha entre 12h30 e 16h, sendo que a maioria costuma reabrir por volta das 14h30. Portanto, programa-se na sua viagem para Itália para não pegar o comércio sempre fechado.

Roteiro dos sonhos

Agora que já vimos o lado prático da viagem para Itália, definir o roteiro é uma missão especial para o sucesso da viagem.

Para começar, a Itália merece uma viagem exclusiva, pois oferece diversos atrativos em toda a sua extensão.

Um roteiro básico para quem vai pela primeira vez para lá pode incluir, por exemplo, Roma, Florença, Veneza e Milão.

Roma

Foto da Fontana di Trevi para texto sobre viagem para itália

A Fontana di Trevi é destino obrigatório em Roma.

Andar e andar pelo centro histórico e ser surpreendido pelos monumentos é o aperitivo para quem sonha conhecer Roma. A Fontana di Trevi, o Pantheon, a Piazza Navona, o Coliseu ou o Fórum Romano, estão entre tantas atrações.

Mas uma delas, sem dúvida, é daquelas que todo turista não deveria abrir mão: conhecer o Vaticano e a Capela Sistina (vale aqui reforçar a compra antecipada de ingresso para o passeio à Capela).

Roma certamente não pode ficar de fora do roteiro de quem vai fazer sua viagem para Itália pela primeira vez.

Florença

Foto de Florença para texto sobre viagem para Itália

Florença é uma cidade que respira arte.

Dá para o turista sair de trem de Roma para seguir para Florença. Em pouco mais de uma hora estará na cidade repleta de marcas de Michelangelo.

Aliás, conhecer a principal obra desse artista, o David, é das principais recomendações. Ela fica na dell’Accademia e a compra antecipada de ingresso também vale para essa especial experiência.

Além de atrações como o Mercado San Lorenzo e a Galleria Uffizi, Florença estimula o bate e volta de trem ou ônibus a cidades próximas imperdíveis para conhecer. Como exemplo estão Pisa, Siena (berço da Renascença) e San Gimignano (cidade das torres medievais).

Veneza

Foto de Veneza para ilustrar texto sobre viagem para Itália

Veneza e seus canais atraem turistas o ano todo.

Contemplar a cidade da ponte Rialto ou circular pela Praça São Marcos, símbolos de Veneza, são passeios obrigatórios para quem deseja visitar um dos lugares mais românticos do mundo. Ponto de parada obrigatório na sua viagem para Itália, nem que seja por um só dia.

Milão

Foto de Milão para texto sobre viagem para Itália

A famosa Catedral de Milão.

Aqui é possível ver a Última Ceia, de Leonardo da Vinci e a bela Catedral de Milão.

Tem mais tempo para viajar pela Itália? Si-cí-li-a!

Foto da Sicília para ilustrar texto sobre viagem para Itália

A Sicília pode não ser tão conhecida como outras regiões, mas tem uma beleza incrível.

Uma ilha mágica, a maior do mediterrâneo. A Sicília traz a possibilidade de verões inesquecíveis e de muita beleza e genuinidade.

Sem voos diretos, é preciso estar em Roma ou Milão, por exemplo, para pegar uma conexão para Palermo, capital da Sicília.

As pastas com peixes e frutos do mar fresquinhos são típicas dessa ilha com identidade própria e feita de muitas misturas.

São inúmeras as possibilidades oferecidas pela Sicília como, por exemplo, a bela Taormina, que fica próxima ao Etna, vulcão que sempre está nos noticiários por ser o mais ativo da Europa.

Tratada como a principal joia da Sicília, resume bem o melhor da ilha: culinária excepcional, praia, beleza natural e arquitetônica.

Puglia, o calcanhar da bota

Imagem de Alberobello para ilustrar texto sobre viagem para Itália

Alberobello e seus famosos Trulli.

Além da Sicília, a região da Puglia, no sul do país, fica bem no calcanhar da forma de “bota” que a Itália tem.

Essa região também é uma ótima pedida para o roteiro da sua viagem para Itália. Com praias paradisíacas e culinária fantástica, a Puglia vem atraindo cada vez mais visitantes.

No verão, o calor é intenso e no inverno, o frio é um pouco mais ameno que no norte do país. Lá você pode conhecer lugares inesquecíveis como a cidade de Alberobello e seus famosos Trulli, além de experimentar o melhor azeite do país.

 

Última atualização em 14/03/2019