Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Viajando com crianças – Diversão ou complicação?

família no pier

 

Viajando com crianças: uma experiência fantástica ou desastrosa. Tudo depende de duas coisas. A forma como você enxerga a viagem e a forma que se prepara para ela.

Ao decidir fazer as malas e sair com os pequenos é necessário ter uma coisa em mente. A viagem não será exatamente igual àquelas que você costumava fazer sem filhos. Há certos aspectos que podem deixar a viagem mais engessada e com horários mais fixos. Mas ela vai ser uma delícia do mesmo jeito.

É sempre bom mudar o ambiente quando se tem crianças. Sair para uma viagem com eles pode ser inesquecível. E até mesmo aqueles destinos que você acha que não são adequados para crianças podem ser sim. É só ter alguns cuidados e planejar com atenção.  Qualquer local é bom para as crianças. Sejam elas bebês ou mais crescidinhas.

Vamos a algumas dicas.

Escolhendo o destino

Tem uma coisa fundamental na escolha do destino da viagem com a criançada. O motivo da viagem. Qual é o objetivo principal da sua viagem?

– Se é uma viagem exclusivamente pensada para os pequenos, você deve sempre levar em conta o que seus filhos gostam. Praia, montanha, locais com brinquedos e monitores. Independente do gosto de cada família e da idade das crianças, as opções são inúmeras. Há aquelas viagens de pura diversão como Disney. Ou então parques ótimos aqui no Brasil mesmo, como Beto Carrero World ou Beach Park;

– Já se a sua intenção é mesclar uma viagem onde os pais aproveitem e as crianças também, o destino pode ser um resort de praia no Brasil ou no Caribe com atividades para todas as idades. Ou então hotéis no campo que oferecem monitorias para as crianças e descanso para os pais;

– Se os pais estão com disposição para uma viagem mais longa e com muito turismo, vale arriscar mais. Uma viagem pela Europa com as crianças é uma ótima pedida. Qualquer grande cidade terá atrações para as crianças e agrada também os pais. Já as cidades menores terão aquele clima familiar delicioso.

Destino escolhido – e agora?

Você já escolheu seu destino. Agora o próximo passo é entender bem o local para procurar a melhor hospedagem, transporte e passeios para sua família. Pesquise bastante sobre os melhores hotéis na região para ir com crianças.

– Muitos hotéis oferecem estrutura para os pequenos. Para bebês, alguns resorts oferecem copa baby. Um local onde disponibilizam papinhas, leites e frutas. Além disso, uma estrutura de cozinha com micro-ondas, esterilizador de mamadeira e pia para as mães usarem 24 horas. Normalmente as mães com bebês recebem uma chave da copa baby no check-in para terem livre acesso;

– Se seu filho já passou da fase das papinhas, veja se o restaurante do hotel tem um cardápio kids. Pode ajudar muito principalmente no jantar. Quando viajamos com crianças, é comum jantarmos no hotel;

– Verifique no hotel se eles oferecem a opção de colocar berço e banheira no quarto. A maioria das redes de hotéis oferece esta comodidade hoje em dia;

– Se for viável, uma boa opção é alugar um apartamento. Ou então um quarto de hotel que ofereça a opção de micro-ondas e geladeira. Eles podem nos salvar quando as crianças dormem cedo e não podemos sair do quarto;

– Planeje bem seus passeios. Com crianças não podemos errar muito no caminho ou então enfrentar filas muito grandes para uma atração. Tente visitar os pontos mais turísticos em dias de menor movimento. E verifique antes de sair do hotel o melhor caminho;

– Leve sempre na bolsa lanchinhos, suco, água e trocas de roupa;

– Se seu filho ainda é pequeno, carrinho ou sling são fundamentais.

O que levar

Não se estresse ao fazer as malas. Pense na rotina do seu filho para ir lembrando de tudo que precisa. Alguns itens importantes além de roupas e assessórios são:

– Fraldas. Se for o caso, leve fraldas pensando no tempo de deslocamento e também para os primeiros dias. Pode ser que você não encontre a marca de fralda que usa logo de cara;

– Babador descartável. Se conseguir encontrar é uma ótima pedida para não ter que carregar babador sujo o dia todo e lavar na pia do banheiro;

– Alguns itens que seu filho está acostumado a comer. Bolachas, papinhas prontas e outros lanchinhos ajudam a distrair no voo e também ao chegar ao destino. Muitas vezes eles sentem falta do que estão acostumados e se recusam a comer no início da viagem;

– Se seu filho tem o costume de ver desenhos e jogar no tablet, não se esqueça de levar;

Pontos de atenção

– Se sua viagem for de avião, algumas companhias aéreas oferecem cardápio kids ou para bebê. Para isso você deve marcar a opção de refeição kids na hora da reserva;

– Se seu bebê ainda é pequeno, na hora de reservar o assento, pegue as primeiras poltronas. Assim, você terá a disposição um bercinho acoplado para que ele fique mais confortável. Mas faça essa reserva o quanto antes. Estes assentos costumam ser reservados rapidamente;

– É possível embarcar com o pó da mamadeira do bebê. Mas deixe para fazer a preparação com água dentro do avião. A mamadeira já pronta pode ser barrada;

– Você pode embarcar com papinha industrializada. Mas atente-se ao tamanho do pote. Dependendo de algumas companhias aéreas, papinhas com mais de 120 ml não podem entrar no avião. E é sempre essencial que elas estejam lacradas;

Faça sempre um seguro de viagem pensando no seu filho. É muito comum fazer uso do seguro quando estamos viajando com crianças. Na hora de escolher o melhor, pense nas necessidades do seu filho;

– Converse com o pediatra antes da viagem. Veja se ele recomenda que leve algum medicamento como antitérmico ou xarope que está acostumado a usar.

Viajar com crianças e bebês pode ser mais divertido do que você imagina. Prepare-se bem e divirta-se! E se você ainda está grávida, confira algumas dicas para viajar.