Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Como viajar de avião com cachorro

viajar de avião com cachorro

Como viajar de avião com cachorro

Sim, cachorros e gatos podem voar, com os donos na cabine ou em um compartimento especial de bagagem da aeronave. Inclusive, eles não são os únicos! Em várias companhias do Oriente Médio, é comum ver pássaros, mais especificamente falcões, voando com seus donos, em poltronas exclusivas :O

Se você quiser levar seu bichinho de estimação com você na sua próxima viagem, terá que tomar alguns cuidados. Olha só:

Veja a política de entrada de animais no seu destino

Se você quiser levar seu pet para um novo país, a primeira coisa que deve pesquisar são as regras locais quanto à animais estrangeiros. Em ilhas e arquipélagos, como o Japão, a Nova Zelândia e a Inglaterra, eles costumam ser muito rígidos e até exigir quarentena para bichinhos vindos do Brasil. Já em outros países, como os Estados Unidos e o Canadá, eles são bem mais tranquilos e exigem apenas uma documentação fornecida pelo Ministério da Agricultura brasileiro.

Confira se as companhias aéreas recebem animais da espécie e raça do seu

Infelizmente, nem todos os bichinhos são bem-vindos em voos comerciais. Muitas vezes, a única opção será enviá-lo por serviços especiais de carga, em um voo diferente do seu. Não apenas os animais exóticos não são aceitos, muitas vezes a companhia tem restrições também quanto a algumas raças de gatos e cachorros, com focinho achatado. Para saber mais sobre isso, você precisa entrar no site da companhia e ver as informações que ela disponibiliza.

Atualize a carteirinha de vacinação do seu animal

É essencial que seu bichinho esteja com a saúde em dia. Mais que isso, é importante que ele tenha tomado a vacina contra raiva, no mínimo 30 dias antes da viagem e no máximo um ano antes. Outra coisa importante é que ele não tenha pulgas, doenças de pele ou de qualquer outro tipo. O voo pode ser estressante e a cia aérea pode se negar a levá-lo, caso o atendente note algo errado com ele.

Prepare a documentação do seu pet

Para voar com seu animalzinho você precisará, no mínimo, apresentar a carteirinha de vacinação atualizada. Também um atestado do seu veterinário, confirmando que o animal apresenta boas condições de saúde para viajar. Para sair do país é um pouquinho mais burocrático e pode variar de acordo com o seu destino, mas você terá que apresentar, no mínimo, o Certificado Zoosanitário Internacional, emitido pelo Ministério da Agricultura.

Veja as especificações da caixinha de transporte do seu animal

É importante que você confirme junto a cia aérea em que tipo de caixinha o seu animal deve ser embarcado. Há muitas especificações quanto ao tamanho, material, fechadura e etc. Para evitar dor de cabeça, é aconselhável que você peça para a cia aérea enviar por e-mail as regras. Assim tem onde conferir na hora de comprar a caixinha.

Prepare o seu animal para o voo

É proibido dar qualquer tipo de remédio para o seu animalzinho antes do embarque e a cia aérea pode se negar a embarcá-lo, caso desconfie que ele está dopado. Por isso, é importante tentar diminuir o estresse do seu bichinho nesse momento. Tente  o “ambientar” com a caixinha onde ele passará o voo, fazendo com que ele entre e passe um tempinho nela dias antes do embarque.

Para que você embarque tranquilo também, aconselhamos sempre que escolha um bom seguro viagem com a Bidu. Assim, não só o seu bichinho, mas você também viajará tranquilo.