Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Viajar melhora seu currículo: saiba dicas para agregar valor ao de CV

Viajar melhora seu currículo

Viajar melhora seu currículo: saiba dicas para agregar valor ao de CV

Na hora de montar o seu currículo, é claro que todas as informações da sua vida profissional são organizadas estrategicamente para causar a melhor impressão possível em quem vai receber o seu material.

Formação acadêmica, trabalhos desenvolvidos, empregos passados, recomendações de antigos patrões, descrição do seu objetivo e tudo mais que se refira àquilo que você escolheu para ganhar a vida.

No entanto, muitos empregadores e departamentos de recursos humanos passaram a valorizar muito mais que a bagagem profissional de um futuro candidato. Atualmente, experiências pessoais, viagens e serviço voluntário contam muitos pontos na hora da decisão.

Portanto, se você já viajou bastante, que tal incluir essas experiências no seu currículo? Veja nossas dicas abaixo para impressionar e utilizar suas milhas em benefício da sua carreira.

Viajar melhora seu currículo? Dicas para sair na frente

Não minta

A regra parece óbvia, mas ainda muita gente prefere mentir ou aumentar alguns pontos no currículo profissional.

Nunca se esqueça de que você pode ser convocado para uma entrevista e que, durante o olho no olho, qualquer mentirinha contada no papel pode ser denunciada pelo seu nervosismo.

Além disso, se você viver a conseguir o tão sonhado emprego, com o tempo as pessoas vão descobrir mais sobre sua vida. Seja sempre o mais transparente e honesto possível.

Não exagere

Não transforme o seu currículo em um diário pessoal. Lembre-se de que quanto mais claro e objetivo, melhor será a impressão causada.

Nada de contar como foram os 30 dias de mochilão pela Europa ou como você emagreceu comendo mal na Ásia.

Utilize pontos que você acredita ser relevante para o seu crescimento pessoal e profissional e esqueça aquela coisa de encher linguiça.

Seja curto e grosso

Empresas recebem dezenas e centenas de currículos por dia. Avaliá-los pode ser um trabalho cansativo para o profissional responsável.

Portanto, tente relacionar a sua experiência de viagem com a sua possível colaboração com aquela empresa.

Por exemplo, se você está pleiteando uma vaga em uma multinacional de origem alemã, conte que já esteve na Alemanha e que viveu a cultura local através da vivência com moradores ou que já fez uma visita técnica a uma filial de tal empresa lá.

Aproveite sua viagem para enriquecer profissionalmente

É muito comum que durante nossas viagens, nossa cabeça queira descansar, pensar em tudo, menos em trabalho. No entanto, viajar pode ser uma ótima oportunidade para estudar o seu mercado de trabalho.

Faça visitas a empresas da sua área de atuação no país em que está, crie contatos, apresente-se a pessoas com a mesma profissão.

Uma boa maneira de começar essa aproximação é buscar contatos na internet e nas redes sociais de pessoas interessantes e enviar um e-mail antes de partir propondo uma visita despretensiosa e apresentando suas intenções de aprendizado.

Aprenda sempre

Quando você parte para uma viagem de estadia média ou longa, não perca a oportunidade de fazer um curso rápido na sua área ou ainda relacionado a algum hobby ou o que mais achar interessante.

Além de treinar o idioma local, essa é uma ótima oportunidade para conhecer pessoas com interesses afins.

Quando voltar, terá uma ótima experiência para acrescentar no seu currículo profissional.

Também existem programas de voluntariado para estrangeiros que podem te oferecer uma experiência única de vida. Grandes empresas e empregadores visionários costumam valorizar muito a bagagem e os interesses pessoais dos candidatos.

E aí, pronto para arrumar as malas e arrasar nas entrevistas de trabalho? Boa sorte!

+ Veja como viajar com salário de estagiario